TUDELA, JOÃO MARIA

TUDELLA

1969
DECCA
Vinil LP
PT
SLPDX515

Stock: Indisponível

TUDELLA

Coloque o cursor sobre a imagem para fazer zoom

outras imagens do produto

Detalhes

VINIL - SLEEVE (EX / EX). Edição original portuguesa da Decca Records / Valentim de Carvalho. Registo muito raro, usado e em excelente estado. Capa de abrir, “gatefold cover”, com as letras e ficha técnica.

 

 

“Tudella” foi um álbum arrojado e, de certa maneira, perturbador para o regime salazarista quando da sua edição em 1969. Embora as atenções estivessem mais focadas na obra musical dos baladeiros como José Afonso “Cantos Velhos Rumos Novos”, Luis Cilia "La Poésie Portugaise De Nos Jours Et De Toujours-Nº2" e na mensagem da Música Pop Portuguesa à época com o Quarteto 1111 e a Filarmónica Fraude, é porém dum popular intérprete como João Maria Tudella que as palavras se tornaram verdadeiramente incómodas. Ninguém esperava pois que um cantor como Tudella, depois dum sucesso tão grande e desprentencioso como era “Kanimambo”, tivesse a ousadia de editar um álbum negro como a escolha da capa e completamente oposto ao politicamente correcto êxito de há 10 anos atrás.
No entanto o álbum é duma frontalidade atroz e isso nota-se logo com o tema de abertura; “Fuzilaram um Homem num País Distante”, um poema acutilante de José Gomes Ferreira com música de Pedro Jordão. No total são 14 os poemas musicados por Pedro Jordão e entre eles estão os nomes de Manuel Alegre, Reinaldo Ferreira, Rui Malhoa e Fernando Pessoa. Quem também esteve muito bem nas gravações foi o maestro Jorge Machado e a Sua Orquestra.
“Tudella”, um dos melhores álbuns de sempre da Musica Popular Portuguesa mas, infelizmente, ainda continua perdido e desconhecido de tantos portugueses.

 

 

A01. Fuzilaram um Homem num País Distante (José Gomes Ferreira)
A02. Mãos de Luar (Maria do Carmo)
A03. Quero um Cavalo de Várias Cores (Reinado Ferreira)
A04. No Mar Sou Teu Amigo (Joaquim Pedro Gonçalves)
A05. Trilogia:
A5a. Irmão (Jorge Massadâ)
A5b. A Sala (Ema Vicente)
A5c. A História do Boi Cansado (Miguel Apolinário)
A06. Flor de Lapela (Reinado Ferreira)
A07. Liberdade (Manuel Alegre)
B01. Os Ratos (Manuel Alegre)
B02. Quando Ela Passa (Fernando Pessoa)
B03. Eu, Pássaro (João Fezas Vital)
B04. Pintor Louco (Rui Malhoa)
B05. Não a Despertem (Major Gonçalves Pedroso)
B06. A Tarde Vai Longe (Joaquim Pedro Gonçalves)
B07. Um Sossego Mais largo (Reinado Ferreira)