CINEMA RIVOLI

“NAZARÉ” DE MANUEL GUIMARÃES

01/1953
EDIÇÕES BELARTE
PROGRAMA
PT
NONE29

Stock: Disponível

12,50 €

“NAZARÉ” DE MANUEL GUIMARÃES

Coloque o cursor sobre a imagem para fazer zoom

outras imagens do produto

Detalhes

PROGRAMA (EX-). Edição original (23,3x15,8cm) com 16 páginas ilustradas e comentadas. Impresso na Tipografia Costa Carregal- Porto, limitada a 2000 exemplares. Inclui ainda um folheto a publicitar o Carnaval de 1953 no Rivoli, ver imagens.

 

 


Manuel Guimarães (1915-1975) foi um brilhante argumentista, produtor e realizador português em que se destacam além de “Nazaré” de 1952, "Saltimbancos" também do mesmo ano, "Vidas Sem Rumo" em 1956, "A Costureirinha da Sé" em 1959, "O Crime de Aldeia Velha" em 1964, "O Trigo e o Joio" em 1965 e “Cântico Final” em 1975. “Cântico Final”, foi por assim dizer, a primeira longa-metragem sem os problemas da censura, mas devido ao prematuro falecimento de Manuel Guimarães, não teve a devida continuidade que merecia o realizador, sabendo agora que foi um dos mais injustiçados pela censura do antigo regime. De facto “Nazaré”, com argumento e diálogos do escritor Alves Redol, foi uma das longas-metragens mais censuradas da história do cinema em Portugal, segundo rezam as crónicas.
Um texto biográfico à época de Alves Redol, do realizador, dos principais actores e da equipa técnica estão incluídas neste programa. Já agora, entre os actores, os destaques vão para os conhecidos Virgílio Teixeira, Artur Semedo, Maria Olguim, Dórdio Guimarães, Maria José Basto e Manuel Lereno. A música ficou em boas mãos com Jaime Silva Filho.