ALICE OGANDO

LA BELLE DAME VÊTUE DE LUMIÈRE (LES APPARITIONS DE FÁTIMA)

10/05/1967
ALVORADA
Vinil LP
PT
LP052

Stock: Indisponível

LA BELLE DAME VÊTUE DE LUMIÈRE (LES APPARITIONS DE FÁTIMA)

Coloque o cursor sobre a imagem para fazer zoom

outras imagens do produto

Detalhes

VINIL - SLEEVE (EX+ / EX+). Edição original portuguesa da Alvorada Internacional. Registo muito raro, usado e em excelente estado.

 

 

Uma encomenda da Rádio Portugal (emitia de Paris em onda curta) a Alice Ogando numa altura das comemorações do Jubileu de Ouro das Aparições de Fátima. Alice Ogando foi uma escritora, poetisa e tradutora (principalmente das obras de Stefen Zweig) e autora de muitas adaptações (como é este o caso) para registos discográficos, mas também para o Teatro e a Rádio. Uma pergunta fica no ar, sobre qual a verdadeira razão da escolha de Alice Ogando para esta "empreitada", para mais que a autora tinha-se já revelado através da escrita, algo adversa a estas coisas da fé e religiosidade. Pois bem, das muitas facetas artisticas que encontramos em Alice Ogando, uma delas prende-se pelo facto de ter sido também actriz. Apareceu em 1928 no filme de Rino Lupo, "Fátima Milagrosa" e, contracenou entre outros actores, com o conhecido Manoel de Oliveira (o primeiro papel que fez no cinema, ainda como actor). Outros pormenores sobre a autora; sabemos que nasceu em 1900, faleceu em 1981 e foi casada com o popular escritor André Brun (teve mesmo várias obras conhecidas adaptadas ao Teatro e ao Cinema). Em 1970 foi a própria Alice Ogando a adaptar " A Maluquinha de Arroios" para o filme de Henrique Campos. Foi por assim dizer uma mulher de escrita, uma campeã de vendas nos designados romances cor-de-rosa. Assinou com vários pseudónimos, em que destacamos o nome Mary Love e alguns títulos bombásticos à época: "Minha Mulher É um Homem", "Eu Sou a Mãe", "O Teu Marido Sou Eu" e "Entrou-me um Coração pela Janela". Para melhor conhecimento da sua obra, é preferivel hoje em dia entrar num alfarrebista onde poderemos encontrar (com alguma sorte) os mais variados textos, traduções e obras publicadas (maioritariamente) na Livraria Civilização, Guimarães Editores, Agência Portuguesa de Revistas e Crónica Feminina. Falando um pouco mais deste disco; a acção desenrola-se no ano de 1917, na Vila de Aljustrel, fala das aparições de Fátima e dos seus protagonistas: Lúcia, Jacinta, Francisco, as mães, o pai de Jacinta e Francisco, Nossa Senhora de Fátima, o Padre da Vila, o Prefeito do Distrito, o Anjo, num total de 14 personagens distribuídos por vários declamadores portugueses e franceses, como se pode comprovar pela ficha artistica na contracapa.

 

A1. La Belle Dame Habillée de Lumière- I ère partie
B1. La Belle Dame Habillée de Lumière- II ère partie