RAFAEL, NECA

FADOS HUMORÍSTICOS (FINGI QUE MORRI)

1960
RAPSÓDIA
Vinil 7"
PT
EPF5068

Stock: Disponível

8,50 €

FADOS HUMORÍSTICOS (FINGI QUE MORRI)

Coloque o cursor sobre a imagem para fazer zoom

outras imagens do produto

Detalhes

VINIL - SLEEVE (EX / EX). Edição original portuguesa da Rapsódia / Casa Figueiredo-Porto. Registo muito raro, usado e em excelente estado. Como curiosidade, podemos notar na capa deste EP uma técnica utilizada (à época) para a conservação das capas; um “verniz” que fazia escurecer o papel, mas que fixava as cores. Como o método acarretava uma despesa adicional, não foram muitas as edições que beneficiaram com este tratamento gráfico, mas marcaram uma época em que o EP era o formato discográfico mais popular em Portugal.

 


Um intérprete de êxito do designado Fado Humorístico, com uma extensa carreira musical e discográfica desde as décadas 40, 50, 60 e 70. Ainda está por contabilizar as dezenas de 45 rpm editados maioritariamente nas editoras Ofir, Rapsódia e Clave, todas etiquetas da cidade do Porto. Na verdade Manuel Garcia da Silva, conhecido como Neca Rafael, nasceu na Afurada, Vila Nova de Gaia, em Janeiro de 1906 e foi durante toda a sua vida (até Fevereiro de 1978 data do falecimento), um artista muito acarinhado pelas gentes do norte. A maioria do seu reportório, de rábulas humorísticas e temas de Teatro de Revista, tiveram a sua assinatura. Fazia-se sempre acompanhar ao vivo e em estúdio pelos melhores músicos locais e eram famosas as suas desgarradas com Adelina Silva. Num país de brandos costumes, muitas das canções gravadas eram sátiras ao poder instituído e a certos "governantes" pouco escrupulosos e medianos. Aliás, composições que ainda se mantêm actualizadas.
Quanto a este EP, o destaque vai também para a magnífica capa assinada por um tal A. Campos, que não sabemos quem é, mas que ficou para a história da Música Popular Portuguesa por esta qualidade gráfica ao serviço da música. Um verdadeiro clássico no seu género em Portugal!

 

 

A1. Casa Importante
A2. Jericada
B1. Fingi Que Morri
B2. O Propagandista